Você também comete estes 9 erros na hora de solicitar um visto para outro país?

erros na hora de solicitar um visto para outro país - nzvisto

Você também comete estes 9 erros na hora de solicitar um visto para outro país?

A Nova Zelândia é um país admirado por muitos brasileiros que aspiram viver um tempo por lá. Existem várias vias sob as leis de imigração, que permitem que estrangeiros vivam temporariamente no país, visitando, alguns estudando e outros através do trabalho. E muitos desses decidem que que viver permanentemente no país, e aí começam verificar as possibilidades de se tornarem residentes, e depois obter a residência permanente e eventualmente decidem se tornar cidadãos neozelandeses. Algumas leis e procedimentos são mais complicados que outros, mas em todos os casos, as pessoas devem seguir os procedimentos legais adequados – independentemente de sua complexidade – para obter um resultado bem-sucedido.

Em todos esses anos atuando como immigration adviser para Nova Zelândia, vi e continuando vendo muitos erros simples que levam solicitações a serem rejeitadas e outros que levam a grandes atrasos no processamento – resultando em perda de tempo e dinheiro. Aqui estão os 09 principais erros que você pode evitar ao enviar sua solicitação seja para um visto permanente ou temporário.

1 – Esquecer de enviar todos os formulários e documentos

Com demasiada frequência, os solicitantes de vistos não enviam todos os formulários e documentos exigidos. Fazer isso pode parecer bastante simples, mas, na realidade, as solicitações de imigração envolvem montanhas de papeladas. Com tantos formulários e documentos de suporte, é fácil esquecer ou colocar uma prova crucial no local errado, deixando a sua inscrição incompleta. Se incompleta, o pedido pode ser rejeitado, atrasado ou até mesmo negado.

2 – Enviar o pagamento errado da taxa de visto

Quase todos os formulários enviados ao governo da Nova Zelândia e para muitos países para um benefício de um visto de imigração exigem o pagamento de uma taxa. O governo nem mesmo começará a processar sua documentação, a menos que tenha o valor exato da taxa na moeda da Nova Zelândia, pago ao Departamento de Imigração da Nova Zelândia. As taxas variam de acordo com o tipo visto e nacionalidade do solicitante, além de mudar periodicamente, por isso é muito importante saber quanto é a taxa correta e anexá-la. Sem a taxa correta, o pedido não poderá ser processado, gerando maior demora.

Assinar e enviar cheques, ou autorização de débito para uma quantia mais baixa (ou maior) não será considerado um “adiantamento”. O pedido será rejeitado e será enviado de volta para o solicitante do visto.

3 – Fotos de tamanho correto

As instruções de solicitação requerem fotografias em um tamanho específico listado nas instruções do formulário para seu tipo específico de aplicação de imigração. As fotos devem ter um determinado tamanho para caber nos formulários exigidos pelo Departamento de Imigração, como parte dos documentos do seu visto.

Se você não enviar o tamanho correto da fotografia, seu pedido de imigração será devolvido.

4 – Enviar documentos que não são traduzidos

Para muitos imigrantes, documentos cruciais como certidões de nascimento, certidões de casamento, carta de empregador, diplomas, comprovação de relacionamento provavelmente serão escritos em um idioma diferente do inglês. Todos os documentos, incluindo evidências de apoio, devem ser enviados ao governo da Nova Zelândia com uma tradução oficial para o inglês. Todas as traduções devem incluir um certificado indicando que a pessoa que está executando a tradução é competente para traduzir do idioma estrangeiro para o inglês e certificar que a tradução do documento é verdadeira e precisa da melhor maneira possível. O tradutor deve incluir seu nome, endereço e número de telefone sob a assinatura.

Muitas pessoas acham que um amigo ou membro da família com habilidades de conversação em inglês pode traduzir documentos suficientemente. No entanto, os documentos jurídicos geralmente envolvem palavras que são incomuns e, portanto, podem ser estranhas para falantes de inglês que não sejam tradutores, além do fato da imparcialidade, ou seja, ao contratar um profissional fica claro para a imigração que não houve manipulação do conteúdo traduzido.

5 – Esquecer de assinar e/ou datar sua inscrição e formulário

Esquecer de assinar um documento acontece com as pessoas mais atentas, afinal, não somos robôs, e em meio a tanta papelada a falta de assinatura pode passar despercebida.

Considerando a extensão e a natureza complicada de muitos das solicitações, deixar de assinar seu documento corretamente é mais fácil do que você imagina. Dependendo da solicitação, pode haver três ou mais locais em que uma pessoa deve assinar seu nome.

A falta de uma assinatura, ou em local incorreto pode causar grandes atrasos no processamento de seu visto. Enquanto você pode assinar em todas as linhas pontilhadas, ainda há uma chance de você estar colocando a assinatura errada nessa linha.

Dependendo da sua confiança, você pode evitar esse problema verificando os materiais de inscrição. No entanto, se você está preocupado em cometer um erro, ter um immigration adviser licenciado que esteja intimamente familiarizado com o processo pode acabar economizando tempo e dinheiro a longo prazo.

6 – Deixar de renovar seu visto enquanto está legalmente no país

Muitas pessoas erroneamente assumem que, por ter solicitado um visto de residência, eles não precisam manter um visto temporário válido. E outros, que pensam, que mesmo seu visto esteja expirado não terão problemas para solicitar um novo visto. No entanto, se o seu status de imigração expirar, ou seja, ficar ilegal, sem visto válido, poderá causar problemas de elegibilidade para a solicitação de um visto, caso não tenha uma razão extraordinária que o levou a ficar ilegal.

Além disso, as autorizações de trabalho e os documentos antecipados de liberdade condicional são geralmente válidos pelo período citado no seu visto, sempre fique atento com esses dados. É aconselhável solicitar a renovação do seu visto, ou outro tipo de visto, seja temporário ou permanente e fazê-lo pelo menos uns 6 a 4 meses antes de expirarem. As autorizações de reentrada são válidas enquanto seu visto for válido, desde que tenha obtido um visto de múltiplas entradas.

Atente-se para as condições de seu visto. Os vistos de residência são válidos por 2 anos. Quando então você deverá solicitar a residência permanente (se for elegível). O tempo de processamento para cada tipo de visto varia bastante então nunca deixe para o último instante. Programe-se o mais cedo possível e sempre verifique a página de tempo de processamento.

7 – Não saber seu histórico criminal

Independentemente do detalhamento da sua documentação, o Departamento de Imigração executará uma verificação de antecedentes como parte do processo da sua solicitação, seja internamente no país e solicitando seus antecedentes criminais do(s) país(es) do qual possui cidadania ou onde morou por mais de 5 anos no caso de visto temporário e todos os países onde morou por 12 meses ou mais nos últimos 10 anos, no caso de visto de residência. Todos os candidatos devem assumir que o Departamento de Segurança Interna da Nova Zelândia conhecerá e descobrirá qualquer histórico criminal que um candidato possa ter. Se você não tem certeza de seu histórico criminal porque foi há muito tempo ou há muitas detenções para contar, faça uma verificação de antecedentes, e explique tudo em sua solicitação de visto.

8 – Dando informações falsas acidentalmente

Mesmo se você tiver uma excelente memória, ainda é possível acidentalmente fornecer informações equivocadas, que são cruciais em sua solicitação. Mas, o Departamento de Imigração não aceita pedidos de desculpa como defesa.

Considerando os altos riscos envolvidos em solicitações de imigração e naturalização, é muito comum que indivíduos que fornecem informações incorretas tentem julgá-las como um erro honesto. Por causa disso, o Departamento de Imigração suspeita extremamente de qualquer informação que seja imprecisa ou deturpada do candidato.

Como mencionado acima, um registro criminal ausente provavelmente será visto como intencionalmente ocultando informações potencialmente prejudiciais. Datas incorretas ou detalhes históricos ausentes também serão vistos como evidência de alguém propositalmente enganando funcionários do governo.

É por isso que você precisa duplicar e triplicar todas as informações incluídas em sua inscrição e dentro de suas evidências. Se você chegou na Nova Zelândia no final de junho e listou o início de julho como sua data de chegada, isso pode prejudicar sua inscrição.

9 – Não Obtendo a Ajuda Correta

Solicitações de imigração são extremamente complicadas. É bem fácil cometer um pequeno erro em uma solicitação de imigração que acaba atrasando o processo.

É por isso que você precisa trabalhar com pessoas que sabem o que estão fazendo e que estão comprometidas em trabalhar com você como parceiro.

Uma aplicação incorreta ou imprecisa pode ter consequências duradouras para você e sua família.

Embora a ajuda profissional possa dar a impressão de ser custosa no início, o custo – tanto no tempo perdido quanto em taxas adicionais – de um erro no preenchimento de uma solicitação pode rapidamente exceder o custo de fazê-lo logo no início.

Além disso, há golpistas por aí que estão ansiosos para tirar proveito de pessoas desesperadas para se tornarem cidadãos neozelandeses. Eles tiram vantagem daqueles com barreiras linguísticas e falta de familiaridade com o governo neozelandês e seus processos.

Se alguém está exigindo pagamento adiantado sem uma consulta ou discussão sobre as especificidades do seu caso, é provável que ele esteja querendo pegar seu dinheiro e correr.

E lembre-se sempre de verificar se o profissional que irá te auxiliar é devidamente licenciado junto às autoridades da Nova Zelândia, o Immigration Advisers Authority.

Aproveite e clique aqui para se inscrever no nosso canal no YouTube para ficar por dentro de outros temas relacionados.

Compartilhe este post com seus amigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja mais postagens que você pode gostar

Se inscreva na nossa newsletter

Não perca nenhuma novidade. Receba tudo no seu email.
Fique tranquilo, não mandamos spams.