Saiba quais os tipos de vistos que existem na Nova Zelândia

Veja um pouco sobre os vistos que existem na Nova Zelândia

A Nova Zelândia é um dos países do mundo que aceita e até incentiva a ida de visitantes, estudantes e trabalhadores para visitas temporários, intercâmbio ou até mesmo para residirem nas ilhas norte e sul do país. 

E com essa disponibilidade, é muito importante saber quais os pré-requisitos para a aplicação de um visto antes de se aventurar e acabar em uma tentativa frustrada.

E foi por isso que preparamos este texto. Assim, você já pode se programar para quando as fronteiras reabrirem.

Veja, abaixo, um pouco sobre os vistos que existem na Nova Zelândia e seus pré-requisitos. 

Visitor Visa

Existe um acordo de isenção parcial entre o Brasil e a Nova Zelândia que permite ao visitante que tenha passaporte brasileiro passar até 3 meses (da data de chegada até a data de partida) na Nova Zelândia sem a necessidade de emissão de um Visto de Visitante (Visitor Visa) antes de sua chegada. 

Apenas é necessário solicitar um NZeTA, uma autorização prévia de viagem. Preparamos um video explicando o passo a passo de como fazer tal solicitação.

Agora, se decidir passar de três meses nas ilhas, você deve pedir a extensão do visto diretamente no site do governo neozelandês.

Work Holiday Visa

Uma vez ao ano 300 vagas são abertas para a aplicação do Work Holiday Visa, um visto para brasileiros e cidadãos de mais 45 países.

Para ser elegível, o candidato deve ter entre 18 e 30 anos de idade, possuir um passaporte válido e que não vença durante sua estadia nas ilhas.

Além disso, é preciso provar que pode se manter no país pelo tempo que permanecer, podendo ser por até um ano.

Veja um pouco mais sobre essa categoria clicando aqui.

Work Visa

Essa categoria de visto é uma das mais buscadas por pessoas que veem a Nova Zelândia como uma oportunidade de melhorar seu currículo ou um lugar para se viver por toda a vida.

Você pode procurar por um emprego na Nova Zelândia mesmo não estando lá.

Sobretudo, você tendo um job offer (oferta de trabalho), pagando a taxa apropriada e mais alguns outros requisitos (clique aqui para saber), é possivel ser elegível a aplicação do Work Visa. 

Só que, para esta categoria, não só você, como o empregador também terá algumas burocracias.

Uma delas é, por exemplo, provar para o governo neozelandês que não encontrou mão-de-obra qualificada dentro da na Nova Zelândia.

Se preferir, assista ao vídeo que fizemos sobre esse assunto:

Student Visa

Esse é o visto que deve ser solicitado antes de chegar na Nova Zelândia quando o objetivo é estudar no país por mais de três meses.

Mas para conseguir a aplicação, o estudante precisa comprovar que tem dinheiro suficiente para se manter enquanto estudar (NZ$1250 por mês), esse valor ainda será revisado pelo governo, pois a última atualização foi em 2010.

Além disso, precisa ter o comprovante de quitação do curso escolhido e de vínculo com o Brasil (arta do seu empregador, carta da faculdade, viagens prévias, propriedade em seu nome), e provar que tem estadia garantida e a passagem de volta – ou NZ$ 2000 a mais para custear a viagem. 

Se você se interessou, clique aqui e saiba quais são todos os pré-requisitos.

Post-Study Work Visa

Essa categoria de visto só pode ser aplicada se você se qualificou em terras kiwis.

Se você concluiu um curso técnico profissionalizante, graduação, pós e outras modalidades de estudo, pode receber um visto de até três anos para trabalhar para qualquer empregador neozelandês desenvolvendo praticamente qualquer função.

Saiba mais clicando aqui ou assista ao vídeo que preparamos sobre esse assunto:

Parent Residence Visa

Essa categoria de visto é a que permite que um cidadão ou residente na Nova Zelândia tenha o direito de ter ambos ou pelo menos um dos pais como residente, desde que ambos possuam os requisitos básicos.

Um dos requisitos essenciais é que o solicitante esteja em boas condições de saúde, seja de bom caráter e seja patrocinado para solicitar a residência através dessa categoria.

No momento esta categoria está suspensa, mas para ir se preparando, veja mais clicando aqui.

Partnership Visa

Ter um relacionamento estável e genuíno é a base para quem tem interesse em aplicar este, que é o visto que permite o cônjuge de quem está na Nova Zelândia possa também viver no país. 

Para isso, são exigidas diversas comprovações e pré-requisitos de ambos os parceiros.

Para quem está na Nova Zelândia e ganha pelo menos NZ$25.50 por hora, é possível que o partner aplique um visto que o dê direito a trabalhar no país. 

Já para quem recebe menos que isso, o parceiro só tem direito ao visto de visitante, não podendo exercer nenhum tipo de atividade remunerada.

Além de pessoas que tem um relacionamento com um cidadão ou residente neozelandês.

Agora, para quem quer levar seus filhos e/ou dependentes para as ilhas, precisa ganhar, no mínimo, NZ$43,322.76 por ano.

Veja mais informações clicando aqui. Você pode também assistir ao vídeo que preparamos sobre esse assunto:

Residence Visa

Existem vários tipos de visto de residência, mas o mais comum é o Skilled Migrant.

Esse visto nasceu do intuito da Nova Zelândia em levar profissionais qualificados para exercer funções nas áreas em demanda no país (clique e veja quais são). 

Por ser mais complexa, essa categoria demora muito mais tempo para ser processada e exige diversas comprovações.

Possuir nota mínima num teste de proficiência de inglês no IELTS General 6,5 ou outro teste similar, por exemplo, é uma delas.

Veja um vídeo que preparamos e que fala sobre essa categoria de visto:

Que tal discutir sua situação?

Enfim, agora tendo uma base de quais são alguns dos vistos que existem na Nova Zelândia e algumas exigências deles, não espere as fronteiras reabrirem para saber quais são suas chances.

Agende já uma consulta e discuta seu futuro clicando aqui!

E se quiser nos acompanhar e saber o que rola na Nova Zelândia e nos processos de visto, nos siga no Instagram.

Veja mais:

Quer trabalhar na Nova Zelândia? A gente te ajuda a entender como

Compartilhe este post com seus amigos

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Veja mais postagens que você pode gostar

Se inscreva na nossa newsletter

Não perca nenhuma novidade. Receba tudo no seu email.
Fique tranquilo, não mandamos spams.