Covid-19: Desafio da Nova Zelândia é alcançar a imunidade coletiva

Desafio da Nova Zelândia é alcançar a imunidade coletiva

O diretor-geral de saúde da Nova Zelândia, Dr. Ashley Bloomfield, disse que o “próximo grande desafio” do país é o lançamento da vacina contra a Covid-19 e, consequentemente, a imunidade coletiva até o final deste ano.

Segundo ele, as estratégias no controle das fronteiras continuarão sendo efetuadas até que grande parte da população neozelandesa esteja imunizada. 

“Até lá, o país precisa manter sua estratégia de eliminação”, afirmou.

Embora o MIQ continue ativo, pensa-se em um relaxamento das medidas de controle das fronteiras, com uma abordagem mais sutil.

A resposta à Covid-19 da Nova Zelândia

As estratégias de controle da pandemia do novo coronavírus que se espalhou pelo mundo completou um ano esta semana. 

No início, eram barrados apenas os visitantes e cidadãos vindos da China. E, após a disseminação do vírus para diversos países, as fronteiras foram realmente fechadas. 

No início, essas ações foram muito criticadas. No entanto, foram elas que permitiram com que a Nova Zelândia conseguisse controlar a proliferação do vírus pelo país, evitando, assim, diversas mortes.

O futuro das medidas

Bloomfield disse que a complexidade da resposta do país foi “fácil de subestimar”, assim como o “desafio implacável e intenso de mantê-la”.

Ele creditou a contribuição científica contínua “forte”, tomada de decisão rápida e comunicação nacional clara e consistente como a chave para o “sucesso” do país até o momento.

Para o diretor-geral as ações não param por aí. Segundo ele, serão contínuos “todos os aspectos de nossa resposta” e o próximo passo é a imunidade coletiva. 

Em 2021, a Nova Zelândia quer se livrar do coronavírus e imunizar a maior quantidade possível de pessoas. 

Bloomfield espera ajuda dos neozelandeses

“Será necessário todo o nosso foco e compromisso coletivos para garantir que entreguemos os produtos aos neozelandeses – mas 2020 também mostrou que a maioria dos neozelandeses apoiará nossos esforços se entenderem claramente por que isso é tão importante”, escreveu o Dr. Ashley Bloomfield, que também mencionou a importância na manutenção da confiança dos neozelandeses quanto a vacinação. 

Ademais, é necessário também um esforço dos cidadãos e estrangeiros que vivem na Nova Zelândia, apoiando e auxiliando o governo nas ações propostas para conter a pandemia no país. 

“Devemos todos continuar a revisar, revisar e melhorar incansavelmente nossa resposta se quisermos nos adaptar com sucesso ao vírus em constante mudança e à imagem global”, disse Bloomfield.

Veja mais:

Aprovado o uso da vacina contra a Covid-19 na Nova Zelândia

Compartilhe este post com seus amigos

Veja mais postagens que você pode gostar

Informações

O que afinal mudou no visto de parceiro de trabalho?

A partir de 31 de maio de 2023, os parceiros de titulares de Visto de Trabalho de Empregador Credenciado (AEWV) e Visto de Trabalho de Habilidades Essenciais (ESWV) que solicitarem um novo visto de Parceiro de um Visto de Trabalho poderão ter novas condições de trabalho no visto.

Ler mais »

Se inscreva na nossa newsletter

Não perca nenhuma novidade. Receba tudo no seu email.
Fique tranquilo, não mandamos spams.