NZ Visto

Como trazer seu pet para Nova Zelândia?

Como trazer seu pet para Nova Zelândia - nzvisto

Hoje muitas pessoas tem seus animais de estimação como parte da própria família, então imagina o stress quando ficam sabendo que a Nova Zelândia não aceita pets diretamente do Brasil.

Caso você tenha a intenção de ter seu gato ou cachorro com você na Nova Zelândia, leia mais para entender o intricado processo, que leva tempo, e é bem custoso.

Existem dois caminhos para fazer com que isso ocorra:

Primeiro é levar seu pet para um país onde a raiva é bem controlada – classificado como país de categoria 3, e ele deve permanecer nesse país por 6 meses, passando por várias etapas e cumprindo alguns requisitos veterinários como: vacinas, exames de sangue e alguns tratamentos para controle de parasitas. E uma vez que seu animal de estimação chegar na Nova Zelândia, ele ainda terá que ficar em quarentena por 10 dias.

Categorias de países:

Categoria 1: Australia, Norfolk Island, Cocos Island e New Zealand;

Categoria 2: Livre de raiva [Rabies-free]

Categoria 3: Ausente de raiva ou bem controlada

Segunda opção – levar seu pet primeiramente para a Austrália, antes de ir para Nova Zelândia já que a Austrália exige que seu pet fique apenas os últimos 45 dias em um país da categoria 3 [embora a Austrália também possua regras rígidas para importação de animais].

Assim como ao chegar em um país de categoria 3 seu animal de estimação também terá que fazer exames de sangue, tomar vacinas e fazer tratamentos para controle de parasitas, o mesmo ocorrerá ao chegar na Austrália, assim como os 10 dias em quarentena, após isso, mais umas duas ou três semanas para organizar a documentação e fazer mais alguns tratamentos e exames e então seu finalmente seu pet estará pronto para ir para a Nova Zelândia.

Muitos escolhem o caminho pela Australia por ser menos dispendioso e pelo fato desse caminho levar menos tempo, uns 3 meses, ao invés de 6 meses.

Processo do Brasil (via algum país de categoria 3) para a Austrália:

Primeiro passo é garantir que seu animal de estimação seja microchipado – microchip internacional é exigido.

Segundo passo é que seu pet tenha tomado a vacina de raiva.

Não importa onde a vacinação ocorra, desde que você tenha a comprovação na carteira de vacinação do seu animal, com o nome do seu animal, numero do microchip e o selo da vacina com todos os detalhes – como o número do lote, data de fabricação e a validade da vacina.

Terceiro passo, fazer o teste da primeira sorologia, com a autorização do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, para obter a liberação do material colhido (sangue) poder sair do Brasil, já que o exame não é feito no Brasil e sim em um dos laboratórios autorizados pela Austrália a realizar esse exame de raiva. Veja aqui: http://www.agriculture.gov.au/cats-dogs/frequently-asked-questions/glossary-for-cat-and-dog-import-permit-applications

A partir do momento em o laboratório recebe o material sorológico para que o exame possa ser realizado, começa a contagem de 180 dias.
Não é possível que um animal de estimação entre na Australia com menos de 180 dias do recebimento do material pelo laboratório.

Para ir do Brasil para os Estados Unidos (país de categoria 3) é exigido o Certificado Sanitário Internacional emitido pela VIGIAGRO – Vigilância Agropecuária Internacional
Lembre-se que agendar horário com a VIGIAPRO para a emissão do certificado – veja no site deles citado acima e email: cvi.gru@agricultura.gov.br

Deve levar os documentos exigidos e mais um atestado preenchido pelo veterinário do seu animal de estimação, e sairá do VIGIARPO com um protocolo, para retirar o certificado que geralmente fica pronto no dia seguinte.

Para a segunda perna, entre os Estados Unidos e a Austrália muitas pessoas utilizam os serviços da PET RELOCATION

Mas só para ter ideia, uma vez nos USA, seu pet terá que ir em um veterinário e receber uma nova vacina contra raiva e outras, além do tratamento para parasitas internos e externos, e nesse momento é coletado uma nova amostra de sangue para a segunda sorologia de raiva (a primeira foi no Brasil).

E então volta ao veterinário para mais algumas vacinas, e a documentação é liberado, e é nesse momento que é possível solicitar a permissão de importação de animal de estimação para a Austrália.

Complexo, não é mesmo? Mas é possível ter seu tão amado animal de estimação com você na Nova Zelândia.

Ufa! Até cansou de tão longo e complexo é esse processo, mas espero que com isso vocês possam ter uma ideia de como funciona.

Veja o link oficial do MPI – Ministry for Primary Industries da Nova Zelândia (tipo a ANVISA do Brasil), explicando tudo o que é necessário para esse processo: https://www.mpi.govt.nz/importing/live-animals/pets/steps-to-importing-cats-and-dogs/

Se você tiver perguntas sobre importação de gatos e cachorros envie email para: animal.imports@mpi.govt.nz

Veja mais: Como abrir uma conta bancária na Nova Zelândia

Compartilhe este post com seus amigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja mais postagens que você pode gostar

Se inscreva na nossa newsletter

Não perca nenhuma novidade. Receba tudo no seu email.
Fique tranquilo, não mandamos spams.